Utilização alternativa de dispositivos médicos como tubos de esofagostomia com suporte tipo “botão” para apoio nutricional prolongado

28 March 2022 – News

A nutrição é essencial para a recuperação dos doentes e o aporte de energia está fortemente associado à possibilidade de alta. Por esta razão, os animais internados são muitas vezes submetidos à colocação de tubos de alimentação, que, no caso de períodos prolongados, devem ser esofágicos (TE).

Na veterinária, é especialmente importante que os procedimentos sejam minimamente invasivos e interfiram o menos possível no comportamento normal do animal. Os TE comuns acabam por ter extremidades longas, necessidade de suturas cutâneas e pensos cervicais volumosos. Este estudo propõe a utilização de tubos de baixo perfil, utilizados na alimentação enteral de humanos, como TE de baixo perfil em cães, e descreve, pela primeira vez, o uso destes num cão.

A conclusão foi que, eliminando o excesso de tubo externo, o penso e as suturas cutâneas, o procedimento se torna menos invasivo, permitindo que o cão se comporte naturalmente e diminuindo a probabilidade de remoção acidental pelo animal. Os TE comuns precisam de suturas, que causam inflamação. Com o TE de baixo perfil a aparência do estoma é consideravelmente melhor. No entanto, é importante referir que nestes tubos haverá uma maior necessidade de manipulação junto ao estoma para colocação do tubo de extensão, o que requer a utilização de luvas para evitar infeção.

A maior causa de insucesso descrita nestes TE de baixo perfil são problemas com o balão (fugas ou ruturas) em crianças. No entanto, estes costumam estar localizados no lúmen gástrico, enquanto em cães estão a ser colocados no lúmen esofágico (meio não acídico). Por esta razão, espera-se que haja menos degradação do balão.

A pior desvantagem é o custo, quando comparado com o dos TE comuns. Mas o potencial benefício e melhor saúde do estoma devem ser considerados quando estes tubos têm de ser usados por longos períodos de tempo.

São necessários mais estudos com uma amostra superior de animais para perceber melhor a longevidade e complicações associadas a este material.