Síndrome vestibular em cães

29 March 2021 – News

Síndrome vestibular em cães

A síndrome vestibular pode classificar-se como central ou periférica, é relativamente comum em cães e tem várias etiologias.

Este estudo retrospetivo procurou avaliar a frequência das diferentes causas da Síndrome Vestibular Periférica (SVP) em cães e reunir informação sobre eventuais manifestações a longo-prazo nesses doentes.

A amostra desta investigação consistiu em 188 animais, 73 fêmeas e 115 machos, com idades variáveis. A raça mais representada foi Cavalier King Charles Spaniel (20%) e a maioria dos cães apresentaram um início agudo dos sinais clínicos. Apenas 12.7% tinha história de manifestação prévia de sinais vestibulares.

O sinal clínico que revelou ser mais persistente foi o “head tilt” (inclinação da cabeça), tendo apenas desaparecido em dois terços dos pacientes avaliados. Na maioria dos cães estudados, também se verificou ataxia, paralisia facial, nistagmo e estrabismo posicional.

Todos os doentes foram submetidos a avaliação diagnóstica através de ressonância magnética. A alteração mais comum foi um maior realce dos nervos facial e vestibulococlear, mas em 42.5% dos casos não houve variações face às imagens de referência. A função tiroidea e o líquido cefaloraquidiano também foram avaliados, em 63.3% e 53.7% dos cães, respetivamente.

Nesta investigação, a causa mais comum de SVP foi a síndrome vestibular idiopática, o que contrasta com estudos prévios em que a otite média/interna foi a etiologia mais descrita. Esta disparidade pode explicar-se pelo facto de as técnicas de imagem avançadas não terem sido utilizadas em investigações mais antigas.

A causa da síndrome vestibular idiopática continua por definir, mas uma das teorias atuais advoga que pode haver mais que uma causa subjacente. Verificou-se também uma correlação entre o prognóstico, o histórico de episódios prévios e os achados nas ressonâncias magnéticas.

Orlandi R, Gutierrez-Quintana R, Carletti B, Cooper C, Brocal J, Silva S, Gonçalves R. Clinical signs, MRI findings and outcome in dogs with peripheral vestibular disease: a retrospective study. BMC Vet Res. 2020 May 25;16(1):159. doi: 10.1186/s12917-020-02366-8. PMID: 32450859; PMCID: PMC7249679.