Nebulizações de epinefrina em cães braquicefálicos?

26 April 2021 – News

A síndrome braquicefálica obstrutiva (SBO) inclui várias alterações patológicas que podem ser melhoradas com tratamento cirúrgico. No entanto, há complicações secundárias, como inflamação ou edema, que podem justificar a necessidade de outros procedimentos.

As nebulizações de epinefrina têm sido usadas em medicina humana para melhorar a função respiratória. Em cães, estas nebulizações têm sido efetuadas no período pós-operatório de doentes submetidos ao tratamento cirúrgico recomendado em casos de SBO; nestes casos o objetivo principal das nebulizações é reduzir o edema. No entanto, não há estudos objetivos que comprovem a eficácia deste procedimento.

Esta investigação incluiu 26 cães braquicefálicos (Pugs, Buldogues Franceses e Ingleses), cuja síndrome foi classificada como sendo de grau II (moderado) ou III (severo). Treze destes animais foram submetidos a tonsilectomia bilateral, palatoplastia, vestibuloplastia e rinotomia.

As nebulizações foram efetuadas antes e depois das intervenções cirúrgicas. A monitorização incluiu a avaliação de arritmias (com ECG) e foi feita durante os procedimentos e até 60 minutos depois. Os efeitos secundários foram raros, sendo a náusea o mais comum.

Em cães onde o índice de SBO era superior a 70% (100% significa doença severa e 0% o contrário), verificou-se uma redução significativa do mesmo após nebulização com epinefrina. Esta melhoria clínica foi mais evidente em Pugs do que em Buldogues Franceses.

As melhorias nos índices de SBO após nebulização foram mais consistentes nos casos onde este procedimento foi feito no período pós-cirúrgico, o que pode ser explicado pela maior probabilidade de haver edema da mucosa secundário à cirurgia.

Apesar dos resultados animadores desta investigação é importante considerar as suas limitações, que poderão ser consultadas no artigo original. Além disso, é essencial relembrar que estas nebulizações não devem ser feitas nos casos em que as mesmas induzam stress, uma vez que exacerba o grau de obstrução do trato respiratório superior em cães com síndrome braquicefálica.

Franklin, P. H., Liu, N. C., & Ladlow, J. F. (2021). Nebulization of epinephrine to reduce the severity of brachycephalic obstructive airway syndrome in dogs. Veterinary surgery: VS, 50(1), 62–70. https://doi.org/10.1111/vsu.13523