Concentração sérica de ácidos biliares em jejum e pós-prandial em cães com doença hepática

24 January 2022 – News

Concentração sérica de ácidos biliares em jejum e pós-prandial em cães com doença hepática

Os níveis séricos de ácidos biliares (AB) são determinados frequentemente em cães, mas a sua utilidade na distinção de diferentes causas de doença hepática é ainda limitada.

Este estudo, que incluiu 341 cãesretendeu comparar as concentrações séricas de AB em jejum e no período pós-prandial em animais com diferentes doenças hepáticas, de forma a determinar a sensibilidade e especificidade deste exame complementar para cada doença.

Todos os cães incluídos no estudo foram diagnosticados com doença hepática e submetidos a biópsia de fígado e respetiva análise histológica. Foi também realizada a medição dos níveis séricos de AB após 7 dias. O resultado do diagnóstico histológico foi utilizado para agrupar os casos em doenças do foro vascular, biliar, parenquimatosa ou neoplásica.

Os autores do estudo verificaram que a medição pós-prandial da concentração sérica de AB apresenta uma sensibilidade maior para o diagnóstico de doença hepática, comparativamente à medição em jejum. Por outro lado, esta última apresenta uma especificidade superior do que a medição pós-prandial, fazendo a análise para os mesmos valores base. Em conclusão, os AB pós-prandiais poderão apresentar maior utilidade para excluir um diagnóstico de doença hepática, apesar de alguns cães com doença hepática terem apresentado valores abaixo do intervalo de referência.

Para saberes mais acerca das conclusões encontradas para cada grupo de patologias, lê o artigo completo.

 

Pena-Ramos J., Barker L., Saiz R., Walker D., Tappin S., Hare C., Roberts M., Williams T., Bexfield N. (2021) ‘Resting and postprandial serum bile acid concentrations in dogs with liver disease’, Journal of Veterinary Internal Medicine, 35(3).

DOI: https://doi.org/10.1111/jvim.16134